Brasil tem mais influenciadores do que dentistas e engenheiros civis

Quais as regras de publicidade que eles devem seguir?

É fato: os influenciadores digitais tomaram conta da internet e vem crescendo em números, superando o patamar de 500 mil pessoas realizando publicidade e influenciando o mercado de consumo por meio das mais diversas plataformas digitais.


Enquanto o Brasil possui 374 mil dentistas formados e 455 mil engenheiros civis, os influenciadores digitais já se aproximam do número de médicos brasileiros, que é de 502 mil. Os dados são apresentados pela empresa Nielsen Media Research e são extremamente relevantes do ponto de vista econômico.


E quando a situação é analisada pela ótica do direito, se torna ainda mais relevante. É indiscutível a influência que tem uma publicidade na forma de consumir. Ainda, é fato que grande parte dos influenciadores - caracterizados pela Folha de São Paulo como aqueles com mais de 10 mil seguidores e que fazem algum tipo de publicidade - surgiram de forma orgânica, inesperada e, em razão disso, nem sempre com a consciência de todos os regramentos legislativos que envolvem essa nova profissão.


De fato, não há regulamentação específica para os influenciadores digitais, mas existem regras no que diz respeito à publicidade digital que devem ser observadas. Pensando nisso, o Ferranti & Bianchini Advocacia desenvolveu um guia para que a publicidade seja ainda mais efetiva e transparente, seguindo as regras estabelecidas pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária - CONAR.


Com base no guia do próprio CONAR, você pode acessar o nosso guia clicando aqui ou na imagem abaixo!





7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo